Família

Os Filhos Precisam de Limites

É preciso ter muita persistência para colocar limites nos filhos, acho que todas as mães compartilham dessa opinião né?

IMG-20170118-WA0035

Precisamos ter muita paciência, persistência e pulso firme. Muitas vezes subestimamos a capacidade de entendimento de nossos filhos e somos dominados pela vontade deles.

Quando um dos meus filhos era bebê, tinha uns onze meses, levamos ele no supermercado como sempre fazíamos e ele queria que comprássemos um carrinho que ele tinha avistado no corredor dos brinquedos. Nós dissemos não, pois mesmo que tivéssemos condições de comprar, precisávamos ensiná-lo que não é possível ganhar tudo que ele queria. E qual a reação dele diante do não? Começou a chorar e fazer um fiasco dentro do supermercado! O Jorge pegou ele no colo e foi para o carro e eu continuei fazendo as compras. No carro, ele ficou sentado na cadeirinha e chorou até eu voltar. Chegando em casa, conversamos com ele, e ele perdeu o direito de ir ao mercado algumas semanas.

Depois de um mês, combinamos que para ele voltar a nos acompanhar não poderia fazer birra novamente. Sabem o que aconteceu? Ele nunca mais teve aquela atitude.

Aprendemos que é necessário colocar limites para o bem de nossos filhos. Crianças sem limites, serão adultos insatisfeitos.

Muitas vezes não temos persistência com nossos filhos, deixamos eles fazerem e mexerem em tudo, mas saliento que um esforço extra tem que ser feito para criarmos filhos que nos respeitem e que possamos levar a todos os lugares sem nos incomodarmos.

Foram incontáveis as vezes que dissemos “não pode pegar” para os nossos filhos quando engatinhavam e iam direto no armário onde estavam os enfeites, na cozinha para tentar abrir alguma gaveta,….. Nunca tiramos enfeites do lugar nem trancamos os armários. Precisamos falar centenas de vezes a frase acima e tirar das mãozinhas deles o objeto proibido. Foi cansativo? Sem dúvida que foi, mas valeu cada minuto! O tempo que você gasta quando são pequeninhos você economiza quando crescem!

A maioria dos pais e mães trabalham fora e quando chegam em casa acabam por fazer todas as vontades dos seus pimpolhos. Isso parece bom num primeiro momento mas depois é muito difícil tomar as rédeas novamente.

Tem coisas que não podemos negociar com nossos filhos, por exemplo, se você acha importante o seu filho usar babador na hora das refeições, faça ele usar! Os meus não queriam usar, eu explicava que era necessário usar para não sujar a roupa e eles puxavam e queriam tirar, eu dizia que se tirassem não iriam ganhar a comida. Só precisei fazer isso uma vez com cada um. Tiraram o babador e eu não dei o alimento até que colocassem novamente. Depois de maiorzinhos eles mesmos já pegavam o babador antes das refeições. Muitos podem achar que isso é muito rígido, mas para nós, são pequenas regras que a gente ensina que fazem uma grande diferença no futuro.

Converse com o seu filho, mesmo que ele seja um bebê, ele vai entender, eles são muito mais espertos que a gente possa imaginar. Coloque limites e você terá filhos que valorizam as coisas, que podem ir em qualquer lugar, podem viajar, ir a um restaurante e ao shoping sem você ter que comprar nada.

Qual a sua opinião sobre esse assunto? Deixe seu comentário!

Um grande abraço,

Rita

5 comentários em “Os Filhos Precisam de Limites”

  1. Eu super concordo, Ritinha! Melhor colocar limites enquanto se é pequeno do que depois de grande… prefiro que meu filho receba meu “não” primeiro do que a vida, conquanto (e justamente por isso) ela não afaga nem acolhe… Não há mal nenhum na criança se frustrar.. muito pelo contrário, é até necessário nos dias de hoje… felizmente, meu filho nunca fez birra de se jogar no chão (sempre cortei antes)… Mas é isso! Faz parte.. rsrs Adoro teus artigos! Beijossss

    Curtir

  2. Também concordo contigo , Rita. Tenho três filhos, hoje já universitários, mas nunca tive problemas com eles , mesmo trabalhando fora o dia todo, impunha limites e levava-os para todos lugares, sempre juntos, sem eles ficarem chorando….sempre aproveitamos nossas saídas com muita alegria. Bjs

    Curtir

  3. Oi Rita! Concordo com teu posicionamento, apesar de não ter filhos ainda. Considero corretíssimo impor limites e ensinar que não se pode ter tudo, e a se portarem em locais públicos. No futuro teus filhos vão te agradecer pela educação que tu deu a eles. Com relação à questão do comportamento, já li reportagem a respeito do movimento “ChildFree”, estabelecimentos que proíbem a entrada de crianças. Acredito que esse movimento, em parte, ganha força pela questão do comportamento de algumas crianças ser inadequado pela falta de posicionamento de seus pais diante de determinadas condutas. Entendo que muitas vezes não é fácil para uma mãe dizer não para seu filho, mas é preciso. Parabéns pelo post!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s